Amapá – Secretaria de Educação oportuniza formação para professores de Ensino Religioso com foco no Referencial Curricular Amapaense

images

Amapá – Secretaria de Educação oportuniza formação para professores de Ensino Religioso com foco no Referencial Curricular Amapaense

O I Encontro de Formação Continuada BNCC e Referencial Curricular Amapaense está acontecendo desde o inicio do mês de agosto em Macapá e em alguns municípios. A iniciativa é fruto do regime de colaboração entre o Ministério da Educação, o CONSED (Conselho Nacional de Secretários de Educação), a UNDIME (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação), o FNCE (Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação) e a UNCME (União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação).

O encontro formativo já teve a participação de mais de dois mil docentes da educação infantil e do ensino fundamental de todos os componentes curriculares, que tiveram a oportunidade de compreender o processo de construção da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), de entender a estrutura do Referencial Curricular Amapaense (RCA) e saber sobre abordagens didáticas das chamadas metodologias ativas.

 

Professores de Ensino Religioso das redes estadual e municipais puderam compreender as peculiaridades deste componente curricular, como sua designação como área de conhecimento, além de esclarecer dúvidas sobre formação docente, utilização de materiais didáticos e desafios da implantação destes novos textos normativos da educação de base.

Para a professora Maria de Lourdes S. Vulcão, formadora do componente curricular, o advento da BNCC traz grandes desafios para os professores da área: “As mudanças mais significativas que a BNCC/RCA trouxe ao componente Ensino Religioso foi à possibilidade de termos em nível nacional o mesmo tratamento pedagógico que é cobrado para os demais componentes curriculares! O reconhecimento da vinculação do componente a uma ciência de referência – Ciências da Religião, também é muito significativo. Professores de todo o país têm a responsabilidade de levar para a sala de aula o conhecimento religioso, podendo mobilizar as competências e habilidades que ajudem a fomentar o diálogo, o respeito, formando cidadãos capazes de viver em uma sociedade onde se respeita a diferença”.

 

 

A formação presencial teve carga horária de 16 horas e será complementada com educação à distância, com cursos oferecidos na plataforma AvaMec e Escola Digital do Amapá. Os encontros formativos se estenderão pelo mês outubro, com previsão de atendimento aos 16 municípios que compõe o Estado do Amapá.

Fonte – Profa. Marial Lurdes Vulcão

Fotografia Gleidson Salheb

Publicado em setembro de 2019.

/ Brasil

Compartilhar esta Notícia

Comentários

Sem comentários até o momento.

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image