Amazonas – II Seminário de Professores de Ensino Religioso do Amazonas – II SEPERAM

AMAZONAS

Amazonas – II Seminário de Professores de Ensino Religioso do Amazonas – II SEPERAM

Com o tema ‘Valorização do Ensino Religioso e Adequação da Proposta Curricular às novas Legislações’, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) deu início a 2ª edição do Seminário de Professores de Ensino Religioso do Amazonas (Seperam), na noite desta quinta-feira, 9. A abertura das atividades aconteceu no auditório da secretaria, reunindo educadores de Ensino Religioso da rede municipal, da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), representantes de movimentos sociais, ONG’s e instituições religiosas.
A assessora de Ensino Religioso da Divisão de Ensino Fundamental (DEF) da Semed, Lídia Helena Oliveira, destacou que o objetivo da atividade é propor um espaço para debater a nova proposta pedagógica da disciplina de ensino religioso  atendendo as legislações existentes.
“O objetivo desta atividade é discutir e apresentar estudos, pesquisas voltadas a disciplina e, sobretudo, promover um espaço de debate sobre a nova proposta curricular do ensino religioso, para que partir daí possamos nos adequar a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) nº 9394/96 em seu artigo 33, que versa sobre a diversidade cultural e religiosa no Brasil. Essa legislação traz uma nova perspectiva do ensino religioso de trabalhar a disciplina fundamentada no princípio da alteridade, quer dizer, se colocar no lugar do outro na relação interpessoal, com consideração, valorização, identificação, dialogando com o outro e respeitando suas diferenças”, explicou Lidia.
No decorrer da programação, haverá palestras, mesas redondas, salas temáticas. As atividades acontecerão em salas e no auditório da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM). Dentre os temas  abordados está: “A diversidade religiosa  e o ensino religioso, a partir da ciência da religião, tradições religiosas amazônicas”, entre outros.
O professor de Ensino Religioso da Escola Municipal Francisca Pergentina, Gercino Miranda, destacou o simpósio como uma ideia positiva e um meio dos professores atualizarem seus métodos de aula. “Vejo a iniciativa como positiva, porque acredito que ela é um meio para nós professores dialogarmos nossas experiências e promovermos melhorias nas metodologias e nos recursos pedagógicos que utilizamos em sala de aula, visto que esta disciplina, assim como as outras, passa por transformações, por mudanças que precisam ser estudadas e discutidas por nós educadores constantemente”, mencionou o professor.
A abertura do seminário foi marcada pela palestra do Presidente do Fórum Nacional Permanente do Ensino Religioso (Fonaper), Adecir Pozzer. Em sua palestra, abordou a temática em questão, ressaltando a questão da multiculturalidade, da diversidade de crenças religiosas e como os professores devem trabalhar a disciplina, atendendo a nova proposta curricular.
“Discussões como essa possibilita um ambiente de socialização e debate em torno  da forma de trabalhar o ensino religioso. Para isso, venho propor um momento de discussão sobre essa nova proposta do novo modelo curricular para ensino religioso. Este é o foco desta atividade”, explicou Adecir.
O seminário será aberto também para estudantes, pesquisadores, representantes de movimentos sociais, professores de ensino religioso da rede pública e da rede privada e demais profissionais interessados no componente curricular de ensino religioso.  Segundo a coordenação do seminário, o evento deve contar com a participação de mais de 220 pessoas.
Ensino Religioso
Atualmente, existem 154 professores de ensino religioso, distribuídos em escolas da secretaria, que tenham a modalidade do 6º ao 9º ano.
Publicado originariamente em 08 de dezembro de 2014.
/ Brasil

Compartilhar esta Notícia

Comentários

Sem comentários até o momento.

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image