Europa – Comunidade Européia ocupa-se da educação do fato religioso

europa

Europa – Comunidade Européia ocupa-se da educação do fato religioso

Assembléia Parlamentar do Conselho Europeu no dia 04 de outubro de 2005 reafirmou a importância da religião em cada país e o direito das diferente opções dos Estados que formam a Comunidade Européia. Recomendou a compreensão da diversidade religiosa na região indicando que ocupem-se de acompanhar os movimentos fundamentalistas que promovem a intolerância e atos terroristas em consequencia desta postrura, assim como o racismo e a xenofobia. Confirmando ainda que a educação da religião é um papel da família, cabendo a esta o direito das definições e opções também no campo religioso. Ao mesmo tempo encoraja os governos por meio da educação religiosa favorecer as gerações a compreensão do fato religioso, combatendo a ignorância e os radicalismos neste campo da organização social. Insiste que os governantes também assumem a tarefa de garantir a liberdade de consciência e expressão religiosa, promovendo o diálogo com e entre as religiões, sendo a escola um destes espaços privilegiados para o diálogo intercultural, orientando para um comportamento de tolerância fudnado no respeito e na dignidade de cada indivíduo. O ensino às crianças sobre a história e a filosofida das religigões de forma objetiva nada mais são do que viabilizar o respeito e os valores propostos na Convenção européia dos Direitos humanos na batalha contra o fanatismo e ações justificadas em nome da religião. Mesmo os países com religiões majoritárias devem em suas escolas promovam o ensino desta diversidade evitando o proselitismo religioso, visando a formação de um novo cidadão. Diante deste contexto o Conselho orienta que : 01. por meio do ensino religioso nos níveis primário e secundário promova o conhecimento religioso da sociedade ; 02. promova-se a formação de professores de ensino religioso respeitando os pressupostos da declaração ; 03 assim, como a criação de um Instituto Europeu para o estudo comparativo das religiões. Assembléia recomenda também ao Comité dos Ministros que encoragem os governantes dos Estados membros a uma política de estudo do fato religioso nos níveis primários e secundário da educação em cada país norteado pelos critérios já mencionados.

Publicado originariamente em 2005.

/ Internacional

Compartilhar esta Notícia

Comentários

Sem comentários até o momento.

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image