Mato Grosso do Sul – III Simpósio Internacional sobre Religiosidades, diálogos culturais e hibridações

MATO GROSSO do SUL

Mato Grosso do Sul – III Simpósio Internacional sobre Religiosidades, diálogos culturais e hibridações

Na cidade de Campo Grande – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) ocorreu o III Simpósio Internacional sobre religiosidades, diálogos culturais e hibridações. Neste evento um dos SIMPÓSIOS foi sobre o Ensino Religioso, foi a O Ensino Religioso: Entre o Público e o Privado, Afirmações e Oposições na Construção de Conhecimento Religioso – Coordenador: Eulálio Avelino Pereira Figueira (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo).

 

Estamos vivendo e assistindo a rápidas e meteóricas transformações, em todas as áreas e dimensões onde o espírito humano toca. As mudanças que operam na história, como nos espaços físicos são mudanças que não somente as ações do tempo cíclico executam, mas são mudanças ocorridas em grande força porque as humanidades aplicam sobre os espaços e as construções partem de sua força e desejo. Diante disto sabemos que questões, outrora aportadas como simplistas ou então como sem força científica, hoje são de crucial importância para não apenas dar consistência às mudanças que assistimos e produzimos, mas pertinentes para não deixarmos sair de nossas mãos os objetivos e destinos que queremos impor a nosso tempo. Questões do universo do sentido não são vistas mais como coisas intimistas ou pietismos facilmente abandonados e substituíveis. Então a religião, ou o fato religioso, em definitivo deixou de ser somente propriedade desta ou daquela igreja, desta ou daquela crença, para se constituir definitivamente coisa da humanidade. E é nesta constituição que o fato religioso lança o desafio de ser discutido, perscrutado e até construído. Religião faz parte das sociedades e em sociedades plurais e multireligiosas o fator religioso pode dividir e criar tensões no tecido social. È importante o conhecimento do que cada religião representa para cada crente. È neste mote de pensamento que queremos propor este simpósio temático para que a constituição de uma área de conhecimento denominada de conhecimento religioso se estabeleça como nucleadora para as bases ao Ensino Religioso que, em meu entendimento deve estar não apenas nas séries iniciais do ensino fundamental e médio, mas deve incorporar os currículos do ensino superior. Compartilho com o pensamento de Jack Lang (antigo ministro francês de educação) para quem “uma escola autentica e serenamente laica deve proporcionar a todos os alunos acesso à compreensão do mundo […] no respeito pela laicidade […] sem privilegiar, evidentemente, esta ou aquela opção espiritual”. Religião não é somente conjunto de crenças e práticas deste ou daquele grupo, deste ou daquele indivíduo. Religião é o modo pelo qual o homem compreende, explica e ordena a realidade em seu entorno, como a mais derradeira expressão da humanidade. Religião, é um discurso do homem sobre o mundo e sobre si mesmo e, no qual se produzem as condições que resultam na relação com o que ele denomina Sagrado. Ajudar os indivíduos a compreender e a elaborar sua visão de mundo tendo em bases estas percepções é tarefa de um ensino competente e responsável. Assim, entendo que o Ensino Religioso não deve estar para formar cidadãos nem mais conscientes nem tão pouco mais responsáveis. Tratar da religião na sala de aula significa enfrentar as grandes questões que afetam a forma como homens e mulheres nesta nossa sociedade constroem suas razões efetivas para viverem como vivem e porque vivem e assumir tratar do fato religioso serenamente nos currículos do ensino desde as séries iniciais até ao ensino superior significa assumir a necessidade de perceber que a vida não está posta somente na necessidade de construir modos de coesão social. Objetivos: Colocar em debate as grandes justificativas que subsidiem um Ensino Religioso competente e responsável; consolidar grupos de estudos que se fortaleçam com suas pesquisas, estudos e resultados a fim de se consolidar plano de ações ao fortalecimento do conhecimento religioso.  1ª Sessão Data: 22 de abril de 2009 RODRIGUES, Cândido M. (UFMT). Alceu e Capanema: interesses católicos e educação no governo Vargas. CÂNDIDO, Viviane Cristina (PUC/SP). Epistemologia da controvérsia para o ensino religioso: aprendendo e ensinando na diferença, fundamentados no pensamento de Franz Rosenzweig. GILZ, Claudino (FAE-Centro Universitário); JUNQUEIRA, Sérgio Rogério Azevedo (PUC-PR). A construção do conhecimento religioso e a formação docente a partir do livro didático.  2ª Sessão Data: 22 de abril de 2009 BERGAMASCO, Ceci Mara Spagolla (UNESP- Presidente Prudente). Festas Religiosas e Escola Pública. PINTO, Paulo Mendes (LULUSÒFONA-Lisboa). A cultura religiosa como arma da cidadania – o inquérito à cultura religiosa em Portugal. SANTOS, Jacirema Maria Thimoteo dos (UniverCidade). Lançando a semente: um estudo sobre a dimensão religiosa das crianças com Síndrome de Down na faixa etária de 2 a 5 anos. CECCHETTI, Elcio (FONAPER); OLIVEIRA, Lílian Blanck de (FONAPER). Diversidade cultural e cultura da escola: desafios e perspectivas para as DCNs de formação docente em ensino religioso.  3ª Sessão Data: 23 de abril de 2009 OLIVEIRA, Heli Sabino (UFMG). Laicidade e religiosidade em escolas públicas de BH. COSTA, Leide Bela de Brito Anália da (PPGE/UFES). Buscando uma leitura do ensino religioso no Espírito Santo: indicadores de uma pesquisa com jovens estudantes na rede municipal de ensino de Vitória. ANDRADE, Péricles (UFS). (In) tolerância e preconceito: o ensino religioso em Sergipe. RISKE-KOCH, Simone (FURB/SC); FONTANIVE, Dolores Henn (GERED/SC); CECCHETTI, Elcio (SED/SC). Linguagem, diferença e dignidade: espaços e encontros na diversidade (SC/BR).  4ª Sessão Data: 23 de abril de 2009 MAGRI, Vanessa Carneiro Bonina Lima (UNESP – Rio Claro); CAMARGO, Marilena Aparecida Jorge Guedes (UNESP – Rio Claro). O ensino religioso na escola pública: estudo sobre a experiência da rede estadual de Minas Gerais. PORTO, Márcio de Souza (UFC). Igreja, imprensa e educação popular no Ceará na década de 60. WARTHA, Rodrigo (FURB); OLIVEIRA, Lilian Blanck de (FURB). Diversidade cultural religiosa – espaços e lugares: uma leitura a partir das vozes de educadores de Blumenau.  5ª Sessão Data: 23 de abril de 2009 OLIVEIRA, Cássia Maria Baptista (UFRRJ). Templos de consumo, ensino religioso e escola na contemporaneidade. FREITAS, Eliane Maura Littig Milhomem de (Faculdade São Geraldo). Bem-me-quer, mal-me-quer: o ensino religioso escolar como espaço privilegiado para o diálogo e a construção do conhecimento do sagrado. CALAZANS, José Carlos (Uninersidade Lusófona). Ensino religioso e segurança nacional.  6ª Sessão Data: 23 de abril de 2009 CESCON, Everaldo (UCS). Escola e religião: problemas e desafios hodiernos. BASTOS, Verioni Ribeiro (UFPB). Ensino religioso: a natureza de um equívoco etimológico. FIGUEIRA, Eulálio (PUC-SP). O futuro da religião: da caridade à solidariedade pela mão da ironia.

Publicado originariamente em 30 de abril de 2009.

/ Brasil

Compartilhar esta Notícia

Comentários

Sem comentários até o momento.

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image