Paraná – PUCPR recebe a visita de pesquisador da Universidade de Tenri (Japão)

banderia do parana

Paraná – PUCPR recebe a visita de pesquisador da Universidade de Tenri (Japão)

Há três anos, o Ministério de Cultura do Japão convocou alguns acadêmicos japonêses para realizar uma pesquisa internacional sobre relação entre Estado e Religião. A primeira pesquisa foi feita há aproximadamente 20 anos e as temáticas foram voltadas principalmente às situações religiosas de cada país. A pesquisa atual preocupa-se com a situação legal da religião e os problemas surgidos neste marco temático nos vários países. O objetivo principal destas pesquisas encontra-se em elaborar os dados para consulta principalmente para os funcionários do Ministério trabalharem na área da política religiosa reconhecendo as situações internacionais. Dr. Hirochika Nakamaki, professor do Museo Nacional da Etnologia, e Mestre Masanobu Yamada, professor da Universidade de Tenri, que são os especialistas sobre as religiões do Brasil, foram nomeados para esse fim. Os temas eleborados por dois foram muito abrangentes: a legislação sobre a sociedade ou a associação religiosa, a história sobre a separação entre Estado e Religião, os aspectos concretos na fase a sua separação (o ensino religioso cabe nesta temática), as obras sociais realizadas por associações religiosas, os movimentos religiosos preocupantes na sociedade, etc.

A visita do prof. Yamada para pesquisador da PUCPR sobre o ER aconteceu justamente com esse fim. Ele soube no ISER, Rio de Janeiro, que no Brasil PUCPR lidera com o ensino religioso. Visitou ao Dr. Sérgio Junqueira na sua sala no dia 8 de dezembro de 2003, onde conseguiu recolher muitas informações valiosas para a pesquisa. Para um país laico como Japão desde o ponto de vista política, a experiência do Brasil poderá dar as orientações válidas principalmente nos últimos anos de movimento multicultural.

Publicado originariamente em dezembro de 2003.

/ Brasil

Compartilhar esta Notícia

Comentários

Sem comentários até o momento.

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image